A taxa de juros do Federal Reserve (Fed), o Banco Central dos Estados Unidos, é um dos valores de referência mais importantes na economia internacional.  Mas você sabe o porquê disso?

A função da taxa de juros é regular a quantidade de dinheiro em circulação. Logo, é o principal mecanismo dos Bancos Centrais para domar a inflação ou fazer a economia aquecer novamente.

Com a taxa de juros americana não é diferente: ela funciona como um instrumento para combater a inflação elevada. É também um artifício para injetar mais dinheiro na atividade econômica.

Quer saber como ela influencia no seu bolso?  Continue lendo e descubra...

Aceleração ou desaceleração econômica

1

A elevação dos juros americanos aponta para um esfriamento da economia internacional, freando a atividade econômica. Então, pode existir uma demanda menor por bens e serviços brasileiros.

CONTENÇão da INFLAÇÃO

2

Quando a atividade econômica perde força, a elevação dos índices de inflação pode ser menor, já que há menos consumo.

MIGRAÇÃO DOS INVESTIDORES ESTRANGEIROS

3

Quando os EUA sobem os juros, é comum que investidores internacionais diminuam ou finalizem sua exposição ao mercado brasileiro, transferindo os recursos para a América do Norte, considerada mais segura.

Quer saber mais?

Então veja o conteúdo completo e saiba como os juros americanos podem impactar seus investimentos.